Moçambique vai submeter candidatura para acolher CAN de Futsal-2024

0
449

A intenção foi apresentada pela delegação moçambicana da Federação Moçambicana de Futebol (FMF) que se encontra no Cairo, Egipto, onde participou, sexta-feira passada, na Assembleia-Geral extraordinária da Confederação Africana de Futebol. A delegação tem estado a manter encontros que visam o desenvolvimento do futebol moçambicano.

Moçambique poderá acolher o Campeonato Africano das Nações de Futsal, em 2024, segundo pretensão apresentada este domingo por Feizal Sidat, presidente da Federação Moçambicana de Futebol, durante um encontro com membros do Departamento de Competições da Confederação Africana de Futebol (CAF).

Segundo escreve a FMF no seu sítio de internet, Moçambique quer aproveitar a abertura do processo de submissão de candidatura prevista para os próximos meses para concorrer e ser a sede do Campeonato Africano das Nações de Futebol de Salão (Futsal), tendo recebido uma resposta positiva da parte do Departamento de Competições.

Aliás, o interesse de Moçambique para acolher o CAN de Futsal-2024 foi acolhido pela CAF tendo em conta o desafio e prestígio para o país bem como da projecção do futsal moçambicano ao nível continental, escreve a FMF.

Para além desta intenção apresentada junto dos peritos do organismo que gere o futebol africano, a Federação Moçambicana de Futebol apresentou os passos que estão a ser dados na organização do Campeonato Africano das Nações de Futebol de Praia, previsto para o próximo ano na vila turística de Vilankulo.

Sobre esta matéria em específico, ficou na agenda a realização de uma visita de inspecção por oficiais da CAF a Moçambique em finais de Fevereiro de 2022, para acompanhar de perto os trabalhos da construção da Arena de Vilankulo, bem como as restantes condições exigidas para a realização da prova.

Para além do CAN de Futsal e do CAN de Futebol de Praia, as partes falaram ainda sobre o projecto do Campeonato Pan Africano de Futebol Escolar da CAF, e ficou acordado que Moçambique será um dos países que irá implementar o projecto já em 2022 na sua fase nacional, com envolvimento de escolas públicas e privadas nos escalões de sub-16, em ambos os sexos. A escola vencedora irá representar Moçambique ao nível internacional.

Já com o Departamento de Desenvolvimento da CAF, a delegação da FMF falou da organização dos próximos cursos de treinadores em Moçambique, tendo ficado definidos os passos subsequentes para a organização de cursos de nível “A”, “B” e “C”, bem como cursos de reciclagem de nível “A” nos próximos meses.

Com o Departamento de Licenciamento de Clubes da CAF, abordou-se o estado de implementação do sistema de Licenciamento de Clubes nas competições nacionais em Moçambique. A CAF reiterou a obrigatoriedade de implementação do sistema no Campeonato Nacional da I Divisão, o Moçambola, sublinhando que em caso de incumprimento, as federações nacionais poderão sofrer as sanções previstas.

A Federação Moçambicana de Futebol foi representada por Feizal Sidat e Hilário Madeira, presidente da Direcção Executiva e secretário-geral, respectivamente, na Assembleia-Geral Extraordinária da Confederação Africana de Futebol (CAF), no Cairo, Egipto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here